Joelho Ombro e cotovelo

Entenda quais são os sintomas da tendinite

pessoa com tendinite

O sufixo “ite” é usado para formar nomes técnicos da área médica e significa inflamação. Desse modo, tendinite é a inflamação do tendão, uma estrutura que liga os músculos aos ossos. É flexível, fibroso e resistente a várias intensidades de tensão. É preciso estar atento aos sintomas da tendinite, pois podem ser muito incômodos e atrapalhar as atividades diárias.

Essa inflamação pode acometer qualquer tendão do corpo e é mais comum em adultos, devido a maior prática de atividades físicas e às atividades laborais. No entanto, como os tendões dos idosos perdem elasticidade e se tornam mais fracos com o avançar da idade, eles também podem ser acometidos.

Saiba no post quais são os sintomas da tendinite, quais são os tipos dessa inflamação e como é feito o seu tratamento.

Quais são as suas causas?

Essa patologia é comum em pessoas que realizam muitas repetições de um mesmo movimento, como esportistas (jogadores de tênis, por exemplo).

Além disso, a tendinite também é conhecida como uma doença ocupacional, visto que pessoas que realizam funções repetitivas em seus trabalhos também podem desenvolvê-la. Como exemplo podemos citar atendentes de telemarketing que utilizam o teclado do computador no cotidiano, operários em linhas de montagens e músicos pianistas.

Isso acontece porque o esforço repetitivo causa uma pequena lesão no local que se transforma numa inflamação, causando os sintomas e incômodos. Em alguns casos, a lesão é abrupta e pode romper o tendão.

Quais são os sintomas da tendinite?

Existem alguns sinais clássicos da inflamação, como o edema (inchaço), calor (aquecimento da área), hiperemia (vermelhidão) e hiperestesia (dor ao toque).

Além desses sintomas, a pessoa pode apresentar dor para movimentar a região afetada e a sensação de crepitação no tendão, caracterizada pela presença de estalos. Assim, pode haver perda funcional e fraqueza para determinados movimentos.

Quando o local é apalpado, pode ser encontrado um caroço ao longo do tendão ou até uma abertura em sua continuidade. No último caso, significa que a estrutura se rompeu e precisará de reparos.

Em quais locais essa inflamação pode se manifestar?

Nos tenistas é comum a ocorrência de tendinite do manguito rotador, uma estrutura localizada no ombro, assim como epicondilite lateral, caracterizada pela dor no osso externo do cotovelo. Nos golfistas é comum que a epicondilite seja medial devido aos movimentos realizados e, assim, há dor no osso interno do cotovelo.

No entanto, a tendinite também pode se manifestar no tríceps, músculo localizado na parte de trás do braço. Nesse caso, a inflamação é causada por movimentos repetitivos, excesso de treinos ou trauma. O mesmo pode acontecer com o bíceps, localizado na  frente do braço.

Outra manifestação comum acontece na estrutura do joelho. Quando ela ocorre no tendão patelar há intensa dor, principalmente para fazer exercícios ou caminhar. A tendinite de “pata de ganso” acomete o tendão de três músculos que realizam a flexão do joelho, assim, há dor na região interna ao subir e descer escadas e ao tocar o pé no chão durante uma corrida.

No entanto, essas são apenas as manifestações mais comuns, visto que qualquer tendão pode sofrer uma inflamação.

Como é feito o tratamento?

Primeiramente, o paciente precisa parar de fazer o movimento que causou a tendinite e repousar para que a inflamação diminua. Podem ser usadas bolsas de água quente ou fria para aliviar dor e inchaço, assim como analgésicos, anti-inflamatórios e injeções de corticoide.

Para total reabilitação, pode ser indicada a fisioterapia para fortalecer o tendão e os músculos da região.

É importante salientar que uma tendinite mal ou não tratada pode evoluir para um caso cirúrgico. Isso porque há decomposição dos cristais de cálcio (tendinose) e, consequentemente, desidratação, o que deixa o tendão mais propício ao rompimento.

Nesse caso, é feita uma pequena incisão no local com o objetivo de unir as pontas rompidas do tendão por meio de sutura. Normalmente, o tempo de cirurgia é relativamente curto, cerca de uma hora. Os sintomas da tendinite podem demorar alguns dias para cessar, mas o uso de tala e fisioterapia na recuperação aceleram o processo.

Agora você já sabe identificar quais são os sintomas da tendinite e pode evitar lesões severas ao procurar um especialista. Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!

Sobre o autor

DR. EDUARDO LOUZADA DA COSTA

DR. EDUARDO LOUZADA DA COSTA

CRM - MG 46.264

Graduação em Medicina na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Especialização e pós graduação em Cirurgia do Joelho (FELUMA), Mestrado em Cirurgia na Faculdade de Medicina da UFMG, Fellow em Sports Medicine na Stanford University (California - USA), Coordenador do serviço de Cirurgia do Joelho do Hospital da Unimed - BH. Preceptor da Residência Médica do Hospital da Unimed - BH.

2 comentários

  • Foi muito util ,para mim porque estou com dor no joelho , fiz um RX ,e deu uma degeneração no meniaco ,do joelho .

Deixar comentário.

Share This