Saúde e bem estar

Saúde e qualidade de vida: entenda a importância dessa relação!

Senhor correndo na rua, para conseguir saúde e qualidade de vida.

Com a correria do dia a dia, cuidar da saúde e qualidade de vida acaba ficando para segundo plano. Com a pressão de ter que conseguir realizar todas as tarefas no menor tempo possível, as atividades físicas são esquecidas e a alimentação errada vira rotina. 

Com isso, doenças, como diabetes, hipertensão e o aumento do estresse, vão ganhando cada vez mais pacientes, preocupando médicos em todo o mundo. Porém, todos nós buscamos formas de melhorar nosso bem-estar — queremos ter mais conforto, mais longevidade, tranquilidade e estabilidade. 

Por isso, no post de hoje, separamos algumas dicas para você que quer melhorar a relação saúde e qualidade de vida. Confira!

Faça atividade física

É impossível que essa dica não seja o primeiro item da nossa lista. O simples fato de praticar qualquer exercício físico já gera vários impactos positivos na vida de uma pessoa, afinal, exercitar o corpo é essencial para mantê-lo ativo, o que prevenirá — e, em alguns casos, ajudará a tratar — algumas doenças. 

Além disso, há o ganho físico. As práticas podem gerar queima de caloria, perda ou ganho de massa, modelando e deixando o corpo mais bonito.

Aqui, também há ganhos para a saúde mental, pois as atividades físicas liberam serotonina, uma substância que influencia, diretamente, a autoestima. Ela age aumentando a sensação de prazer do ser humano, o que afasta o aparecimento de doenças psiquiátricas graves, como a depressão. 

Exercite a mente

Como você pode notar, não é só a saúde física que requer atenção. A qualidade de vida também está diretamente ligada à saúde mental, por isso, também é preciso exercitar a mente. 

Fazer atividades que estimulem o pensamento, por meio da memória, do raciocínio, da lógica e da atenção, é uma ótima maneira de manter as funções cognitivas preservadas, evitando desgaste e saturação. 

Por isso, tente incluir na sua rotina algumas atividades, como palavras-cruzadas, jogos de tabuleiro que exijam raciocínio lógico, como o xadrez, jogos de estratégia que exercitem a mente, entre outros.

Aprender uma atividade nova também contribui muito para estimular e motivar a saúde mental, pois gera entusiasmo e prazer, além de ativar diversas partes do cérebro, como foco e concentração. Nesse quesito, aprender um novo idioma ou a tocar um instrumento musical pode ser uma ideia interessante.

Além disso, a parte emocional não pode ficar de lado. Saber lidar com situações estressantes é parte essencial do crescimento humano, e isso só ocorre quando a saúde mental está fortalecida. Portanto, é importante conhecer a si mesmo e aprender a lidar com suas emoções. 

Uma prática que traz inúmeros benefícios para a mente, como redução da ansiedade e aumento da produtividade, é a meditação. Prática milenar de origem oriental, as pessoas que buscam suas técnicas, geralmente, procuram tranquilizar a mente, conhecer-se melhor, encontrar tranquilidade, descobrir a verdade sobre si mesmas ou conectar-se à sua fé. 

E, por fim, perca o “pré-conceito” de que apenas pessoas “malucas” precisam de terapia. Ter atenção à sua saúde mental é extremamente importante, pois se a mente não funciona, nosso corpo também não. Por isso, nada de ter vergonha de pedir a ajuda de um profissional. 

Cuide da alimentação

Esse é outro quesito fundamental quando falamos de saúde e qualidade de vida. Ficar atento à alimentação é zelar pelo ditado “você é o que você come”.

Claro que não precisa sair fazendo cortes extremos e banir completamente alimentos da sua vida, mas evitar excessos e ter moderação são medidas que devem constituir novos lemas a serem seguidos. 

Gorduras, frituras, produtos industrializados e fast food deveriam ser a exceção à regra e não o contrário, mas, com a correria do dia dia e a praticidade que esses alimentos oferecem, acabamos consumindo mais desses produtos do que alimentos saudáveis. 

Porém, precisamos ser mais cautelosos com o que ingerimos. Sempre que possível, opte por alimentos ricos em vitaminas e nutrientes naturais. Insira mais frutas, verduras e legumes na sua rotina. 

Hidrate-se! A água é o principal responsável pela disposição do seu organismo e pode melhorar a sua memória e regularizar seu intestino. Além disso, ela ajuda a manter a sua pele saudável e proporciona um sono de qualidade. Ótimo, não é?

Para saber quanto de água é recomendado que você beba por dia, é necessário um pouco de matemática. Você deve multiplicar o seu peso por 0,03. O resultado dessa conta é a quantidade, em litros, de água que você deve beber.

Por exemplo: suponhamos que você pese 75 kg. Então, você aplica a conta (75 x 0,03) e chega ao resultado de 2,25, que é a quantidade de litros de água que você deve ingerir por dia. 

Mantenha-se ativo

Saia da rotina, invista em projetos novos, retome ideias antigas, tenha contato social, faça trabalhos voluntários, aula de dança, mantenha-se ativo. É importante fugir da rotina e incluir atividades que o manterão não apenas ocupado, mas também inserido em outros ambientes e em contato com pessoas. 

Ter momentos para relaxar e curtir a família ou os amigos, ou, até mesmo, aproveitar um bom livro é, também, uma forma de cuidar e descansar a mente. 

Ter qualidade de vida é cuidar das relações, sejam elas novas, sejam elas velhas. Pode parecer que não, mas essas práticas ajudam a mente a descansar e a esquecer os problemas, relaxando e aproveitando o momento. 

Vá ao médico

E, por fim, ainda que façamos tudo direitinho, nada substitui os exames de rotina, afinal, doenças não pedem licença para aparecer. Por isso, é muito importante fazer um acompanhamento médico periódico como uma forma de prevenção.

É recomendável que homens e mulheres, depois dos 30 anos, façam exames periódicos anualmente. A partir dos 40 anos, semestralmente. Em casos em que há patologias presentes, diabetes ou hipertensão, por exemplo, a periodicidade é especificada de acordo com a necessidade do paciente.

Não importa a doença — quanto mais cedo for detectada, maiores serão as chances de tratamento e cura. 

Gostou das nossas dicas sobre saúde e qualidade de vida? Você encontrará mais conteúdos legais nas nossas redes sociais! Não deixe de curtir o nosso Facebook e o nosso Instagram para acompanhar as próximas publicações!

Sobre o autor

DR. THALLES LEANDRO ABREU MACHADO

DR. THALLES LEANDRO ABREU MACHADO

CRMMG 45.610

Graduado em Medicina pela Universidade Severino Sombra (2007), Residência em Ortopedia e Traumatologia pelo Hospital Madre Teresa (2011), Especialização em Cirurgia do Ombro e Cotovelo pelo Hospital Madre Teresa (2012). Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (2012), Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Ombro e Cotovelo (2013). Membro da Academia Americana de Ortopedia (2016). Cirurgião do Ombro e Cotovelo dos Hospitais Vila da Serra, Unimed BH Contorno, Ipsemg. Preceptor das residências médicas dos Hospitais Unimed BH e Ipsemg. Mestrando em Cirurgia na UFMG (2018).

Deixar comentário.

Share This