Ombro e cotovelo

Entenda as 8 principais causas da dor nos braços

dor nos braços

Todo sintoma, como uma dor leve, pode ser apenas um sinal discreto para um problema maior. Dor nos braços, por exemplo, precisa ser muito bem observada, pois ela pode ser um sinal de infarto. Quando essas dores vêm acompanhadas de outros sintomas, é hora de procurar um médico. 

Às vezes, nem percebemos quando surgiu a dor. Só notamos quando ela está há dias incomodando e prejudicando as suas atividades. Tendinite, lesão por esforço repetitivo ou até mesmo distensão do músculo são outras causas comuns.

Neste artigo, você vai conhecer os principais motivos que levam uma pessoa a ter dor no braço, os problemas mais comuns e descobrir o que deve fazer em cada situação. Confira!  

1. Infarto

Um dos problemas mais graves, que deve ser avaliado por um médico rapidamente, é o infarto. Seus sintomas são: dor no peito seguida de formigamento no braço esquerdo e, em alguns casos, há a sensação de má digestão. O braço dá a impressão de que fica mais pesado que o normal.

Como tratar: Se você está com suspeita de que sua dor nos braços é um infarto, entre em contato com o seu cardiologista imediatamente e faça os devidos exames. A medicação prévia não é recomendada pela gravidade da situação.

2. Angina

Um problema de saúde com sintomas parecidos com o infarto é a angina. Ela se manifesta também como uma pontada no peito, que se espalha para o braço.

A angina é provocada pelo acúmulo de gordura nas artérias. Essa concentração se dá ao longo dos anos e, geralmente, afeta pessoas com mais de 50 anos que tenham pressão ou colesterol alto.

Como tratar: Assim como o infarto, é importante procurar um médico logo que sentir algum desses sintomas. Um eletrocardiograma é feito e detectado a presença da doença o cardiologista indica o melhor tratamento.

3. Tendinite

Uma inflamação muito comum, que afeta pessoas de diferentes idades, é a tendinite. Ela costuma aparecer após longos períodos na mesma posição ou fazendo movimentos repetitivos com o braço.

Caso você tenha caído ou machucado o local, ela também pode se manifestar. A tendinite é uma inflamação nos tendões que causa inchaço, vermelhidão e sensibilidade ao tocar a região afetada.

Como tratar: O repouso é a primeira indicação se perceber que está com os tendões inflamados. Não é difícil de identificar já que a dor nos braços é bem incômoda, principalmente quando há sensibilidade.

Além disso, aplique compressas de água quente ou fria no local. Não deixe de procurar um ortopedista nesses casos. Se ela não for tratada corretamente, cirurgias podem ser necessárias.

4. LER (Lesão por Esforço Repetitivo)

Se você costuma praticar exercícios na academia, ou fica em uma mesma posição no trabalho, pode desenvolver a Lesão por Esforço Repetitivo. Posturas e movimentos inadequados também podem causar a lesão, que afeta músculos, tendões, ligamentos.

Como tratar: Com a ajuda de fisioterapias, repouso e remédios é possível se livrar dessa dor nos braços e evitar que o caso se agrave.

5. Ataque de pânico ou ansiedade

A dor no braço pode estar relacionada a uma crise de pânico ou ansiedade. É comum que a pessoa sinta dores no local, além dos sintomas tradicionais, como coração acelerado e aperto no peito.

Além disso, os outros sintomas são suor, dor de barriga, enjoo e sensação de não conseguir sair de casa. Ao passar a crise, no geral, a pessoa não sente mais a dor que antes incomodava.

Como tratar: Ao identificar uma crise de ansiedade, peça ajuda para alguém que esteja próximo, fale sobre o que está sentindo e tente manter a calma.

Caso esteja sozinho, respire fundo, beba água e faça exercícios de respiração. Analise tudo ao seu redor e foque no presente. No entanto, o tratamento com um psiquiatra, aliado a psicólogo, é fundamental.

6. Deslocamento do ombro

Identificar um deslocamento no ombro é fácil. Ele costuma ficar mais elástico que o normal, dando a impressão de que está “solto”, e a dor nos braços é intensa. Isso pode acontecer em um jogo de vôlei ou durante exercícios de braço na academia, por exemplo.

Como tratar: Assim que o ombro é deslocado, é necessário procurar um médico para que ele possa colocá-lo no lugar. Além disso, são receitados remédios para a dor. 

7. Contratura muscular

Outro problema comum que pode estar por trás da dor no braço é contratura ou lesão muscular. Ela acontece principalmente com quem faz muito esforço trabalhando ou em exercícios pesados na academia. Isso acontece quando o músculo retrai de maneira inadequada e, após o relaxamento, não volta ao normal.

Ela pode surgir também enquanto você faz um alongamento e, ao voltar à posição normal, já sente uma fisgada. É possível notar também a presença de inchaço ou caroço na região afetada e dificuldade para movimentar.

Como tratar: Esse problema pode ser tratado em casa, com remediações simples. Compressas de água quente três vezes ao dia, massagem com hidratante ou pomada para dor já ajudam a resolver.

Se a dor persistir, procure um ortopedista para realização de exames e outras formas de tratamento.

8. Artrite

Outra doença muito comum em pacientes acima dos 50 anos é a artrite. Ela pode estar afetando os ossos causando dor. Por vezes silenciosa, ela não tem cura e afeta as articulações da mão, joelhos e cotovelo.

Como tratar: Por conta da inflamação nas articulações o paciente sente incômodo e dores contínuas. Para aliviar, inicie com bolsas de água quente no braço, faça massagens e alongamentos também.

Caso essa dor persista por mais de três dias procure um ortopedista, pois a automedicação não é indicada. Quanto antes descobrir a doença, melhor para o seu tratamento.

Esses são as oito principais causas de dor nos braços. Às vezes, problemas graves podem estar por trás do que parece algo sem importância. Em pessoas mais velhas, é sempre recomendado visitas e exames periódicos com médicos ortopedistas. Assim, consegue identificar com antecedência os possíveis problemas.

Quer cuidar melhor da sua saúde? Entre em contato com a IMOT e saiba mais sobre os nossos planos e conheça nossos especialistas de qualidade!

Sobre o autor

DR. THALLES LEANDRO ABREU MACHADO

DR. THALLES LEANDRO ABREU MACHADO

CRMMG 45.610

Graduado em Medicina pela Universidade Severino Sombra (2007), Residência em Ortopedia e Traumatologia pelo Hospital Madre Teresa (2011), Especialização em Cirurgia do Ombro e Cotovelo pelo Hospital Madre Teresa (2012). Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (2012), Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Ombro e Cotovelo (2013). Membro da Academia Americana de Ortopedia (2016). Cirurgião do Ombro e Cotovelo dos Hospitais Vila da Serra, Unimed BH Contorno, Ipsemg. Preceptor das residências médicas dos Hospitais Unimed BH e Ipsemg. Mestrando em Cirurgia na UFMG (2018).

Deixar comentário.

Share This