Joelho

Joelho estalando? Conheça as causas e saiba como evitar

pessoa com joelho estalando

Sentir o joelho estalando, por vezes, pode passar despercebido por não incomodar, mas isso pode ser notado com mais facilidade durante algum exercício físico, por exemplo.

No geral, esses estalos não são sinais que exigem preocupação, mas é sempre bom conhecer as suas causas e possíveis motivos por você sentir o incômodo, principalmente se junto ao estalo vier algum tipo de dor.

Para esclarecer essas dúvidas de uma vez por todas continue a leitura e saiba como evitar esse desconforto.

Quais as causas dos estalos?

Existem algumas causas comuns para o estalo do joelho e falaremos um pouco sobre elas a seguir.

Sobrepeso

É muito mais comum uma pessoa sentir dores no joelho quando está acima do peso, afinal, ele fica enfraquecido por conta do excesso. Em algumas situações a pessoa procura uma academia para ajudar com isso e acaba sentindo, justamente nos exercícios, a dor no joelho ou alguma outra dor muscular.

Em alguns casos, os sintomas aparecem ao subir ou descer escadas, nos mínimos esforços que antes eram naturais e agora começaram a inquietar mais. Se isso acontece com você, talvez seja a hora de investigar se um dos motivos não é o sobrepeso, sempre contando com a ajuda de um nutricionista. Levando uma vida mais saudável você contribui também para sua qualidade de vida.

Artrose

Inflamações nas articulações costumam aparecer em pessoas acima dos 40 anos, por exemplo, e os principais atingidos nesses casos são joelhos, cotovelos e dedos.

A artrose se desenvolve, no geral, pelas articulações que sustentam o corpo, sendo as que mais sofrem com os nossos esforços diários. Também pode se manifestar por algum tipo de trauma, causado por um exercício físico mal feito na academia ou até mesmo por algum tipo de lesão.

Caso esse seja um dos motivos de joelho estalando, você pode tratar inicialmente com compressas de água quente ou fria, para aliviar dores e inflamações. Se não identificar melhoras com o tempo, o ideal é procurar ajuda médica.

Outro sinal ao qual você deve ficar atento é se isso acontece logo após acordar. Geralmente os sintomas de artrose se manifestam após longos períodos da mesma posição. Portanto, não hesite em procurar um médico sempre que algo lhe incomodar, é sempre importante manter a saúde em dia.

Alterações na patela

Também originada de uma artrose, a crepitação patelar ou condromalacia, é capaz de gerar estalos nos joelhos, mas a diferença, aqui, é que junto disso há uma dor forte, ocasionada pelo desgaste da articulação.

Esse desalinhamento da patela se faz por conta de lesões na cartilagem, que são consequências de descoordenação motora ou um volume expressivo de peso acima do joelho, o que leva os ossos a se moverem de forma irregular, produzindo o estalo.

As dores tendem a se expressar quando a pessoa levanta da cadeira, corre ou até mesmo sobe e desce escadas. Entretanto, se o joelho está estalando, mas isso não provoca dor, a hipótese de uma condromalacia pode ser descartada. De qualquer forma, procurar por um fisioterapeuta é o mais garantido para esclarecer tal dúvida.

Corpo desalinhado

Ao ficarmos expostos muitos anos a uma postura inadequada, o corpo acaba se acostumando com aquele desalinhamento, mas com o tempo algumas dores ou problemas podem aparecer. Esse pode ser o motivo do seu joelho estalando, por exemplo.

A postura ereta, que deveria ser a correta, muitas vezes não é desempenhada, mas é possível corrigi-la com algumas atividades específicas, como o caso do pilates, da natação ou até mesmo da fisioterapia que, com exercícios específicos, promove um realinhamento da estrutura física.

Isso ajuda também no sobrepeso dos músculos e articulações. Importante também que você entenda quando é um caso mais grave, que é sobre o que falaremos a seguir.

Quando devo me preocupar?

No geral, joelho estalando não está necessariamente relacionado a uma doença ou algo mais grave, sendo assim, isso pode ser tratado com anti-inflamatórios e fisioterapias.

Agora, se você notar algum tipo de inchaço, vermelhidão ou até mesmo dores fortes nos simples movimentos, você deve procurar um ortopedista o quanto antes para realizar exames e investigar as causas.

As lesões na cartilagem do joelho também são fatores que você deve ficar atento e, se for o caso, tratá-las o quanto antes. A cartilagem é um tecido flexível e resistente que encobre as articulações do corpo, e serve para absorver os impactos dos movimentos, mas, por mais resistentes que sejam, merecem uma atenção especial, já que ao sofrerem lesões elas têm uma cicatrização limitada.

Como evitar os estalos?

Ao sentir os primeiros sinais de joelho estalando você deve observar o ritmo em que está desenvolvendo aquele movimento. Por exemplo, se notou que isso aconteceu quando estava fazendo um exercício na academia, chame no mesmo momento o orientador físico, ele logo vai saber o que é preciso fazer e reduzir o peso se for o caso.

Esforços repetitivos também podem ocasionar o estalo de seu joelho. Por isso, veja agora algumas medidas que você pode tomar para reduzir essa reação do corpo.

Faça exercícios

Importante também não fazer exercícios sozinho, já que isso pode estar acontecendo de maneira desalinhada e, eventualmente, prejudicando outros músculos ou articulações.

É indicado que exercícios físicos sejam sempre monitorados tanto por orientadores da academia quanto por nutricionistas, para um equilíbrio completo da sua saúde.

Faça caminhadas rápidas e exercícios aeróbicos para fortalecimento dos músculos. Sempre que possível, suba lances de escada ao invés de usar o elevador, por exemplo, para alongar seus músculos.

Andar de bicicleta alivia o stress e fortalece a musculatura do joelho, fazendo também com que você se sinta mais ativo e diminuindo as chances do desenvolvimento de algo mais severo.

Agora, se notar os estalos em outros momentos, como quando fica muito tempo sentado, por exemplo, você pode optar por fazer pequenos alongamentos durante o dia.

Tenha uma alimentação saudável

Manter uma boa alimentação, aliada ao condicionamento físico ideal para o seu peso, também ajuda a impedir esse tipo de situação. Substitua algumas práticas, mas sem desapegar da qualidade de vida. Descanse mais, leia livros e aprecie os parques e pontos turísticos da sua cidade.

Estar em contato com a natureza também faz bem para o corpo e para a mente. Desacelerar o ritmo de exercícios e da rotina que se leva pode dar um descanso para a sua musculatura afetada e, assim, evitar o joelho estalando.

Quer ler mais conteúdos sobre o tema? Então dê uma olhada agora mesmo em nosso artigo sobre as principais lesões de atletas que jogam tênis e saiba como se prevenir desse problema.

Sobre o autor

DR. EDUARDO LOUZADA DA COSTA

DR. EDUARDO LOUZADA DA COSTA

CRM - MG 46.264

Graduação em Medicina na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Especialização e pós graduação em Cirurgia do Joelho (FELUMA), Mestrado em Cirurgia na Faculdade de Medicina da UFMG, Fellow em Sports Medicine na Stanford University (California - USA), Coordenador do serviço de Cirurgia do Joelho do Hospital da Unimed - BH. Preceptor da Residência Médica do Hospital da Unimed - BH.

Deixar comentário.

Share This